437

AS PRADARIAS DE ERVAS-MARINHA DA RIA FORMOSA E A SUA IMPORTÂNCIA PARA A SUSTENTABILIDADE E A LITERACIA DO OCEANO, ABORDAGEM AO 1º CICLO turma T1

Apresentação

Uma das prioridades essenciais no desenvolvimento dos alunos é a chamada literacia do Oceano. Esta área do conhecimento é vasta, mas o domínio da biologia, particularmente da ecologia dos sistemas costeiros é uma ferramenta essencial para a compreensão da importância da preservação do oceano. Importa por isso capacitar os docentes para poder trabalhar a literacia do Oceano com os alunos, ao nível da biologia e ecologia dos ecossistemas costeiros. Os docentes podem trabalhar esta vertente do conhecimento, sobretudo na área de Estudo do Meio do 1º ciclo e em Domínios de Articulação Curricular, em colaboração com outras disciplinas nos restantes ciclos de ensino. Esta acção tem como objectivos ampliar os conhecimentos dos docentes na área da ecologia, conferindo um conhecimento aprofundado sobre as pradarias de ervas-marinhas da Ria Formosa, a sua importância na manutenção da biodiversidade, controlo da erosão costeira, recursos pesqueiros e fixação do carbono atmosférico

Destinatários

GRUPO, 110

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de GRUPO, 110. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de GRUPO, 110.

Objetivos

Com esta acção pretende-se desenvolver nos formandos: 1. competências a nível do trabalho de campo, nomeadamente na dinâmica da Ria Formosa, na identificação das espécies de ervas-marinhas aí existentes e no conhecimento da biodiversidade que lhes está associada; 2. consolidar os conhecimentos dos serviços dos ecossistemas que as pradarias de ervas- marinhas fornecem; 3. competências para a integração curricular de actividades de natureza prática e experimental; 4. aumento do conhecimento pedagógico relacionado com o uso de actividades experimentais; 5. capacidade de desenvolver nos alunos algumas ferramentas no âmbito da monitorização e preservação dos ecossistemas costeiros e pradarias de ervas-marinhas; 6. apreço pela utilização deste tipo de actividades de modo corrente no seu ensino

Conteúdos

1. Dinâmica do sistema lagunar Ria Formosa, a sua evolução ao longo do tempo. 2. Conhecimento dos vários tipos de ecossistemas existentes na Ria e da zonação litoral nesta área. 3. Conhecimento dos principais grupos de organismos marinhos existentes na Ria Formosa. 4. Formas simples de identificação e classificação de seres vivos marinhos. 5. Serviços dos ecossistemas prestados pelas pradarias de ervas-marinhas: Suporte, produção, regulação e culturais. 6. Trabalho de campo, em zonas costeiras, e eventualmente em saída de barco, para observar in situ a dinâmica da Ria Formosa e as suas pradarias de ervas-marinhas. 7. Planificação de actividades de campo e em sala de aula com os alunos, replicando os conhecimentos adquiridos na ação.

Avaliação

A avaliação dos formandos centra-se em duas dimensões. A primeira relaciona-se com o percurso e o trabalho dos formandos ao longo do curso de formação, sendo considerado o nível de participação nas sessões e a realização das actividades propostas. A segunda pressupõe a elaboração de um trabalho individual em que os formandos, partindo das reflexões, perspectivas inerentes à execução das actividades práticas desenvolvidas nas sessões presenciais conjuntas. Nessa conformidade, o regime de avaliação dos formandos segue as orientações e critérios do CFAE que prevêem 40% para a participação e 60% para o trabalho produzido. A aprovação no curso dependerá da obtenção de classificação igual ou superior a 5 valores e da frequência mínima de 2/3 do total de horas conjuntas da ação.

Bibliografia

Ervas marinhas: Biologia, Ecologia e monitorização (2011) - Rui Santos, Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve, 62 p.Out of the blue: The value of Seagrasses to the environment and people (2020) – Carmen de los Santos et al, United Nations Environment Programme, disponível em https://www.unep.org/resources/report/out-blue-value-seagrasses-environment-and-people, consultado a 27/07/2023À descoberta da Ria Formosa (2020), Jaime Aníbal, Ana Gomes, Isabel Mendes, Delminda Moura (Editores). Edições Universidade do Algarve, disponível em https://sapientia.ualg.pt/handle/10400.1/17221, consultado a 27/07/2023Aprendizagem Essenciais- 1 º ciclo - Estudo do Meio

Observações

PASTA - Nº 29-2024 Separador 8

Formador

Nuno Miguel de Barros Marques de Sousa Magalhães

Início: 08-01-2024
Fim: 08-04-2024
Acreditação: CCPFC/ACC-120972/23
Modalidade: Oficina
Pessoal: Docente
Regime: Presencial
Duração: 25 h
Local: Escola Neves Júnior