2
Contactos
Av. 5 de Outubro, Faro 8004-069 Faro
289826007
Oferta formativa

Oferta Formativa

Consulte informações sobre a oferta formativa

Documentos

Documentos

Consulta e download de documentos e formulários.

Legislação

Legislação

Consulte a legislação em vigor

 

     

             

 

Encontra as outras  edições no separador DOCUMENTOS

 
     
 
 

DIVULGAÇÃO

479

EDUCAÇÃO INCLUSIVA- DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PARA A INCLUSÃO

Curso

 

15.0 horas

 

Presencial

 

Pessoal não docente;

a definir

"Inclusão, equidade, cooperação, solidariedade, responsabilidade e interligação, são conceitos-chave que enformam as políticas e as práticas educativas. Assegurar o direito de todos à educação é garantir acesso, presença, participação e sucesso em processos educativos de qualidade. Os atores educativos, ...
Ler mais Ler menos

Ref. 358T1 Inscrições abertas até 28-06-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: DGAE/1117/2024

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 15.0 horas

Início: 01-07-2024

Fim: 05-07-2024

Regime: Presencial

Local: a definir

Formador

Augusto Martins Cerdeira

Destinatários

Pessoal não docente;

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Ria Formosa

Enquadramento

"Inclusão, equidade, cooperação, solidariedade, responsabilidade e interligação, são conceitos-chave que enformam as políticas e as práticas educativas. Assegurar o direito de todos à educação é garantir acesso, presença, participação e sucesso em processos educativos de qualidade. Os atores educativos, nomeadamente lideranças de topo e intermédias, são figuras essenciais na educação e na transformação social. Acolher e apoiar todos os alunos, independentemente das suas capacidades e exigências, são dois compromissos éticos e profissionais indiscutíveis. Uma escola inclusiva exige que todos sejam capazes apoiar e promover o envolvimento de toda a comunidade escolar. A presente ação insere-se no processo de concretização do Projeto Educação Inclusiva 21-23 e do plano integrado para a recuperação das aprendizagens dos alunos do ensino básico e secundário, Plano 21|23 Escola+."

Objetivos

"Identificar um sistema de valores essenciais e de areas de competencia adequados à inclusão dos alunos; Valorizar a diversidade como um recurso e valor educativo; Apoiar e desenvolver a inclusão em todos os alunos e gerir expectativas; Desenvolver competências de trabalho cooperativo (com os pares, os alunos, pais, técnicos e outros) na diminuição de barreiras a inclusão. Desenvolver competências de autorreflexão que permitam consolidar estratégias de sucesso e eliminar ou melhorar estratégias pouco eficazes.

Conteúdos

Conteúdos: "1ª Sessão 3 horas Apresentação Conteúdo da Acão Cronograma Critérios de avaliação Valorização da diversidade 2ª sessão | 3 horas Pesquisa sobre o enquadramento teórico e evolução da educação inclusiva Valores, Atitudes, Princípios, Legislação e Conceitos 3ª sessão | 3 horas O conceito de diferença aos vários níveis: física, mental, emocional, cultural, social Barreiras a inclusão. 4ª sessão | 3 horas Reflexão sobre alguns valores e crenças pessoais inibidores de uma pratica inclusiva e os vários tipos de diferenças e a sua implicação. 5ª sessão | 3 horas Reflexão sobre as necessidades de desenvolvimento pessoal e profissional e apresentação de um plano de ação tendo em conta: as metodologias de investigacao-acao na pratica educativa e o desenvolvimento de estratégias pessoais de resolução de problemas 6ª sessão assíncrona | 3 horas Apresentação e debate dos vários planos de ação Trabalho em rede: uma abordagem sistémica Trabalhar com o encarregado de educação e/ou famílias, estratégias de comunicação eficaz Articular com outros profissionais: conceitos e princípios unificantes Avaliação reflexiva"

Bibliografia

"Cerna, L. et al. (2021) Promoting inclusive education for diverse societies: A conceptual framework. Disponível em:Promoting inclusive education for diverse societies : A conceptual framework | OECD Education Working Papers | OECDiLibrary (oecd-ilibrary.org) Eurydice (2020). A equidade na educação escolar na Europa (trad. Lisboa: DGEEC/Unidade portuguesa de Eurydice).Disponível em: https://op.europa.eu/en/publication-detail/-/publication/517ee2ef-4404-11eb-b59f-01aa75ed71a1/language-pt European Agency for Special Needs and Inclusive Education (2021). Inclusive School Leadership: A Tool for Self-Reflection on Policy and Practice. (M. Turner-Cmuchal, E. Óskarsdóttir and M. Bilgeri, eds.). Odense, Denmark. Disponívelem: https://www.european-agency.org/sites/default/files/SISL_Self-Reflection_Tool.pdf Pereira, F. (Coord.). (2018). Para uma Educação Inclusiva. Manual de Apoio à Prática. Lisboa. Ministério da Educação.Direção-Geral da Educação. Disponível em:https://dge.mec.pt/sites/defa


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 01-07-2024 (Segunda-feira) 16:30 - 19:30 3:00 Presencial

INSCREVER-ME
596

UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS GOOGLE NA ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR
Exclusivo a não docentes do Agrupamento Afonso III 3 sessões das 10-12h e 14-16h e a última 10-13h

Curso

 

15.0 horas

 

Presencial

 

Pessoal não docente;

Agrupamento D. Afonso III 3/7 , 10/7 , 17/7 2 e 22.07

Esta ação insere-se no âmbito da transição digital das escolas que tem como propósito capacitar o pessoal não docente para os conhecimentos básicos da informática. Esta formação está inserida no plano de formação dos Agrupamentos e responde também ...
Ler mais Ler menos

Ref. 326T2 Inscrições abertas até 21-06-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: DGAE/1067/2023

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 15.0 horas

Início: 03-07-2024

Fim: 22-07-2024

Regime: Presencial

Local: Agrupamento D. Afonso III 3/7 , 10/7 , 17/7 2 e 22.07

Formador

Fernando José Salsinha Delgado

Destinatários

Pessoal não docente;

Acreditado pelo

DGAE - Direção-Geral da Administração Escolar

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Ria Formosa

Enquadramento

Esta ação insere-se no âmbito da transição digital das escolas que tem como propósito capacitar o pessoal não docente para os conhecimentos básicos da informática. Esta formação está inserida no plano de formação dos Agrupamentos e responde também ao Plano de Ação Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE). Todos os  Agrupamento de Escolas valorizam a componente de formação dos seus profissionais, docentes e assistentes técnicos. Os assistentes técnicos e operacionais são membros integrantes e ativos da comunidade escolar. O desempenho das suas funções requer que interajam na escola, tanto com os professores como com os alunos e demais membros da comunidade. Como tal, a valorização pessoal e profissional dos assistentes técnicos e operacionais é de extrema importância, uma vez que lidam diretamente com todas as necessidades de cariz técnico que as escolas exigem. Assim sendo, proporcionar-lhes acesso à formação permitirá melhores desempenhos.

Objetivos

Com esta ação pretende-se que os formandos consigam, no final da mesma, trabalhar usando a plenitude de funcionalidades que a que os Serviços da Google disponibilizam . Espera-se que os formandos consigam, de modo consistente utilizar recursos para aumento da produtividade; criar e partilhar informação, trabalhar de forma colaborativa presencialmente a distância Familiarização dos formandos com as diversas plataformas online do Ministério da Educação. Em suma, capacitar digitalmente este público alvo

Conteúdos

Serviços da Google - Mail, Drive, Docs, Sheets, Meet, Interligação de serviços


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 03-07-2024 (Quarta-feira) 10:00 - 16:00 6:00 Presencial

INSCREVER-ME
568

ENCONTROS PROPS - DIVERSIDADE DIGITAL, TOLERÂNCIA E INCLUSÃO ONLINE
10h00-12h30 | 14h00-17h30

ACD

 

6.0 horas

 

Presencial

 

Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;

Complexo Pedagógico - Campus da Penha, Universidade do Algar

Pesquisar e assistir a conteúdos através da Internet, jogar jogos online ou interagir através de redes ou comunidades de jogos digitais são atividades quotidianas para a maioria de crianças e jovens, com efeitos no desenvolvimento da sua personalidade, no seu comportamento, na sua interação com os ...
Ler mais Ler menos

Ref. 415T1 Inscrições abertas até 01-07-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: Registo 415 CD nº40 27.05.2024

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 6.0 horas

Início: 04-07-2024

Fim: 04-07-2024

Regime: Presencial

Local: Complexo Pedagógico - Campus da Penha, Universidade do Algar

Formador

Bruno Miguel dos Santos Mendes da Silva

Susana Raquel Gonçalves Costa Mendes Silva

Ana Filipa Cristiano Cerol Santos Martins

Destinatários

Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores do 2º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;.

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Ria Formosa/CIAC

Enquadramento

Pesquisar e assistir a conteúdos através da Internet, jogar jogos online ou interagir através de redes ou comunidades de jogos digitais são atividades quotidianas para a maioria de crianças e jovens, com efeitos no desenvolvimento da sua personalidade, no seu comportamento, na sua interação com os outros e na capacidade de gerir conflitos. Os jogos online são hoje vistos como recursos interessantes, do ponto de vista educativo, por permitirem o desenvolvimento de um conjunto de competências, mas a amplificação do seu uso, sobretudo em contextos sem monitorização, tem exposto crianças, jovens e adolescentes a fenómenos como o discurso de ódio online, que trazem consigo um aumento da discriminação e da intolerância. A Comissão Europeia tem dado passos importantes no combate ao discurso de ódio online, quer através de legislação quer por meio de iniciativas como o Código de Conduta firmado, nos últimos anos, com as mais importantes plataformas de comunicação. Estas políticas têm tido eco nas legislações nacionais, mas a regulação destas esferas digitais permanece um desafio. Importa, pois, providenciar à comunidade educativa ferramentas e estratégias necessárias para gerir tais situações. O projeto PROPS – Narrativas Interativas Propõem Discurso Pluralista, desenvolvido desde 2023 pelo Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC) da Universidade do Algarve em parceria com Instituto Politécnico de Santarém, Universidade Aberta e Universidade da Beira Interior, atua na prevenção e educação para os media, com vista à contenção do discurso de ódio online. Este projeto permitiu desenvolver um conjunto de recursos mediáticos interativos, onde se incluem videojogos, uma banda desenhada e um ensaio audiovisual interativos, e também itinerários pedagógicos que pretendem envolver educadores, formadores, crianças e jovens no combate ao discurso de ódio online. Esta formação proporcionará uma oportunidade para aprofundar a compreensão sobre discurso de ódio online, assim como estratégias pedagógicas de exploração deste fenómeno social, enquanto visa dar a conhecer estes recursos e propor formas de os abordar e integrar no contexto de sala de aula.

Objetivos

Contribuir para o conhecimento sobre o discurso de ódio online, explorando a sua prevalência e modos de o limitar; Explorar colaborativamente práticas de educação relativas ao discurso de ódio online; Abordar métodos de aplicação de tecnologias de informação e comunicação em ambiente de sala de aula.

Conteúdos

Conceitos, prevalência e estratégias de combate ao discurso de ódio online; Apresentação e discussão dos resultados de um inquérito e três grupos de foco desenvolvidos na região do Algarve sobre o discurso de ódio online em videojogos; Apresentação e discussão de seis narrativas interativas que exploram o discurso de ódio online.


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 04-07-2024 (Quinta-feira) 10:00 - 17:30 7:30 Presencial

INSCREVER-ME
485

PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO COMPUTACIONAL NOS ALUNOS DO 1.º CICLO
Prioridade para docntes do Agrupamento João de Deus

ACD

 

6.0 horas

 

Presencial

 

Professores do 1º Ciclo;

sala 11 Escola Ria Formosa ( 9h-13h)


Ler mais Ler menos

Ref. 363T1 Inscrições abertas até 28-06-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: Registo 363 CD nº39 05.02.2024

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 6.0 horas

Início: 17-07-2024

Fim: 18-07-2024

Regime: Presencial

Local: sala 11 Escola Ria Formosa ( 9h-13h)

Formador

Maria João de Magalhães Seruca de Oliveira

Destinatários

Professores do 1º Ciclo;

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Ria Formosa

Objetivos

a) Discutir e refletir sobre a evolução do conceito do Pensamento Computacional (PC). b) Apresentar as abordagens pedagógicas promotoras de desenvolvimento do PC, no âmbito do Projeto Inglorobótica. c) Produzir atividades de promoção do PC que integrem os conteúdos curriculares do 1.º CEB.

Conteúdos

a) Evolução do conceito do PC: domínios do PC em articulação com os documentos orientadores de gestão curricular (Novas Aprendizagens e o PASEO). b) Abordagens Pedagógicas: Robótica Educativa; Computação desligada; Avaliação do PC. c) Apresentação do projeto Inglorobótica: génese e enquadramento curricular, finalidades e princípios orientadores, planificação das atividades, desenvolvimento das atividades. d) Produção de atividades orientadas para a promoção do PC de acordo com as orientações curriculares.



INSCREVER-ME
601

OS PRIMEIROS SOCORROS NA ESCOLA

Curso

 

15.0 horas

 

Presencial

 

Pessoal não docente;

EB1 Nº6 DE OLHÃO, entre as 9 e as 13.

A escola é hoje um espaço multicultural, correspondendendo numa escala mais reduzida à sociedade em geral. Assim, torna-se necessário que existam recursos humanos com qualificação adequada para actuar em situações de emergência, considerando que na maioria dos casos o tempo de intervenção é sempre escasso. ...
Ler mais Ler menos

Ref. 431T3 Inscrições abertas até 30-08-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: DGAE/1222/2024

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 15.0 horas

Início: 03-09-2024

Fim: 06-09-2024

Regime: Presencial

Local: EB1 Nº6 DE OLHÃO, entre as 9 e as 13.

Formador

Jorge Luís Mendes Rosa

Destinatários

Pessoal não docente;

Acreditado pelo

DGAE - Direção-Geral da Administração Escolar

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Ria Formosa

Enquadramento

A escola é hoje um espaço multicultural, correspondendendo numa escala mais reduzida à sociedade em geral. Assim, torna-se necessário que existam recursos humanos com qualificação adequada para actuar em situações de emergência, considerando que na maioria dos casos o tempo de intervenção é sempre escasso. Não podemos nem devemos limitar-nos à possibilidade de se fazer uma chamada para o INEM e esperar que uma equipa mais diferenciada surja para resolver situações que muitas vezes não são efectivamente emergências, onde não existe risco de vida para a vítima, ou que por atraso e desconhecimento se coloque realmente a vida de um aluno em risco.Nestes termos a qualificação do pessoal não docente torna-se essencial para uma resposta adequada. Os conhecimentos e competências que se propõem nesta acção são essenciais ao desempenho profissional do pessoal não docente. É uma exigência da escola actual e acima de tudo a expectativa de qualquer encarregado de educação, o qual naturalmente espera que a escola seja segura, que em caso de necessidade esta tenha os recursos necessários a uma rápida intervenção adequada aos problemas que a desencadearam.

Objetivos

No final da acção os formandos deverão:- conhecer e aplicar o SIEM e o plano de emergência da escola; - conhecer e executar os mecanismos de alerta e socorro necessários; - saber identificar os problemas de saúde que surjam nos diversos utentes da escola;- saber as etapas do exame de uma vítima e agir de acordo com os seus sintomas; - saber executar as manobras de reanimação e desobstrução da via aérea; - saber prestar os primeiros socorros nas situações relacionadas com trauma, intoxicações, lesões tecidulares, fracturas, queimaduras, hemorragias, asma, convulsões, diabetes, etc; - conhecer as diversas abordagens na prestação do socorro: adulto e pediátrica;- saber usar os meios de combate a incêndio da escola;- conhecer os cuidados pessoais a ter quando intervir numa situação de socorro.

Conteúdos

Prevê-se 5h Teóricas e 10 horas Práticas - diagnóstico, conhecer e aplicar o SIEM e o plano de emergência da escola - conhecer e executar os mecanismos de alerta e socorro necessários;- saber identificar os problemas de saúde que surjam nos diversos utentes da escola;- saber as etapas do exame de uma vítima e agir de acordo com os seus sintomas;- saber executar as manobras de reanimação e desobstrução da via aérea;- saber prestar os primeiros socorros nas situações relacionadas com trauma, intoxicações, lesões tecidulares, fracturas, - queimaduras, hemorragias, etc;- conhecer as diversas abordagens na prestação do socorro: adulto e pediátrica;- saber usar os meios de combate a incêndio da escola;- conhecer os cuidados pessoais a ter quando intervir numa situação de socorro.Previsão - 5 sessões de 3 horas (1 teórica e 2 práticas)

Bibliografia

Manual de TAT, INEM, versão 2012



INSCREVER-ME

CENTRO DE FORMAÇÃO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS DA RIA FORMOSA

CCPFC/ENT-AE- 1483/23

VALIDADE: 11.09.2026