Contactos
Av. 5 de Outubro, Faro 8004-069 Faro
289826007

Oferta Formativa

Consulte informações sobre a oferta formativa

Documentos

Consulta e download de documentos e formulários.

Legislação

Consulte a legislação em vigor

                                                 

Encontra as outras  edições no separador DOCUMENTOS
 
 
 
 
 
 

DIVULGAÇÃO

324

PROGRAMA EDUCATIVO INDIVIDUAL E PLANO INDIVIDUAL DE TRANSIÇÃO
Professores Titulares e Turma e Diretores de Turma do Agrupamento de Escola Pinheiro e Rosa.

ACD

 

3.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Agrup. de Escolas Pinheiro e Rosa -14h30 às 17h30 - sala 208

Decreto-Lei n.º 54/2018 de 6 de julho, alterado e republicado na Lei 116/2019 de 13 de setembro
Ler mais Ler menos

Ref. 238T1 Inscrições abertas até 08-02-2023

Registo de acreditação: Registo 238 CD nº35 31.10.2022

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 14-02-2023

Fim: 14-02-2023

Regime: Presencial

Local: Agrup. de Escolas Pinheiro e Rosa -14h30 às 17h30 - sala 208

Formador

Helena Cristina Mendonça Coelho de Sousa

Hermínia Maria Nunes Santos Martins

Zélia de Jesus Rodrigues Ramos Rosão

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Ria Formosa/Agrupamento Pinheiro e Rosa

Razões

Decreto-Lei n.º 54/2018 de 6 de julho, alterado e republicado na Lei 116/2019 de 13 de setembro

Objetivos

Capacitar os docentes para a compreensão, planificação e operacionalização das medidas adicionais: b) Adaptações Curriculares Significativas e c) Plano Individual de Transição (PIT) para a vida pós-escolar.

Conteúdos

Programa Educativo Individual (PEI); Plano Individual de Transição (PIT) para a vida pós-escolar; Aprendizagens essenciais; Perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória; Relação com a ANQEP e o IEFP.

Bibliografia

Documentos de trabalho: Lei 116/2019 de 13 de setembro; FAQs; Manual de apoio à prática da Educação Inclusiva; Aprendizagens essenciais; Perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória; Legislação da ANQEP e do IEFP.



INSCREVER-ME
364

PATRIMÓNIO CULTURAL DIGITAL EUROPEANA

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

ZOOM 18.30-21.30

Esta ACD enquadra-se na pertinente temática do património digital cultural, na essência emergente de reconhecermos e entendermos o nosso passado para que possamos construir um futuro de esperança e oportunidade para todos. Nesse sentido importa que num contexto interdisciplinar esta temática seja ...
Ler mais Ler menos

Ref. 256T1 Inscrições abertas até 08-02-2023

Registo de acreditação: 256

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 15-02-2023

Fim: 15-02-2023

Regime: e-learning

Local: ZOOM 18.30-21.30

Formador

Marco Neves

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Razões

Esta ACD enquadra-se na pertinente temática do património digital cultural, na essência emergente de reconhecermos e entendermos o nosso passado para que possamos construir um futuro de esperança e oportunidade para todos. Nesse sentido importa que num contexto interdisciplinar esta temática seja introduzida e abordada onde mais importa, na sala de aula. Paralelamente serão abordadas metodologias inovadores de prática de ensino e aprendizagem, explorada a plataforma Europeana, que é um repositório riquíssimo de recursos neste domínio, bem como será apresentada uma framework de competências chave que são críticas no desenvolvimento pessoal, académico e profissional de professores e alunos através da abordagem do património cultural digital. Esta ACD permitirá aos formandos estruturar ações para a implementação de atividades pedagógicas através da exploração de um repositório de cenários de aprendizagem associados à temática do património cultural digital e serem desafiados a construir uma história de implementação com base no cenário selecionado.

Objetivos

Conhecer as potencialidades da plataforma Europeana. Facilitar a aquisição de competências no âmbito da pesquisa de recursos na plataforma Europeana. Explorar, definir e estruturar cenários de aprendizagem usando recursos da Europeana.

Conteúdos

Educação hoje! A necessidade do património cultural digital. (15 minutos) Exploração das funcionalidades e potencialidades da plataforma Europeana para a Educação? (45 minutos) Descobrir a plataforma Europeana – pesquisa de recursos e funcionalidades (30 minutos) Exploração Cenários de Aprendizagem (30 minutos) Definição e estruturação de uma história de implementação (60 minutos)



INSCREVER-ME

ESCAPE ROOM EDUCATIVO COMO ESTRATÉGIA DIDÁTICA

ACD

 

6.0 horas

 

e-learning

 

Professores do 2º Ciclo;Professores do 1º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;

on line 18.30 / 21.30

Há cada vez mais docentes, em todo o mundo, a criar estratégias didáticas, baseadas em Escape Room Educativo (ERE), para enriquecer o processo de ensino e aprendizagem. Os alunos são motivados para a ação e aprendem fazendo. Estas atividades ajudam os docentes a melhorar as suas competências digitais e a ...
Ler mais Ler menos

Ref. 264T1 Inscrições abertas até 01-03-2023

Registo de acreditação: 264

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 6.0 horas

Início: 08-03-2023

Fim: 15-03-2023

Regime: e-learning

Local: on line 18.30 / 21.30

Formador

Adelina Moura

Destinatários

Professores do 2º Ciclo;Professores do 1º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores do 2º Ciclo;Professores do 1º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores do 2º Ciclo;Professores do 1º Ciclo; Professores do 3º Ciclo/Ensino Secundário;.

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Ria Formosa

Razões

Há cada vez mais docentes, em todo o mundo, a criar estratégias didáticas, baseadas em Escape Room Educativo (ERE), para enriquecer o processo de ensino e aprendizagem. Os alunos são motivados para a ação e aprendem fazendo. Estas atividades ajudam os docentes a melhorar as suas competências digitais e a desenvolver competências presentes no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória. Por exemplo, a resolução de problemas, o desenvolvimento da criatividade e imaginação, a promoção da coesão de grupo e o trabalho em equipa. Neste sentido, esta formação está em sintonia com o plano de transição digital para a educação e a transformação da escola.

Conteúdos

Metodologias de aprendizagem ativa; Gamificação; BreakOutEdu; Escape Room Educativo



INSCREVER-ME
368

“APRENDER FORA DA CAIXA, UM MUNDO CHEIO DE POSSIBILIDADES”

ACD

 

6.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores da Educação Especial;

Chalé João Lúcio 9.30/17.30

Esta ação tem como propósito a educação para todos, consagrada como primeiro objetivo mundial da UNESCO, pretende-se com esta formação promover um espaço de partilha, experiência e reflexão acerca de orgânicas de trabalho sustentadas em diferentes modelos de aprendizagem e ambientes que desabitam o espaço ...
Ler mais Ler menos

Ref. 261T1 Inscrições abertas até 28-02-2023

Registo de acreditação: 261

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 6.0 horas

Início: 11-03-2023

Fim: 11-03-2023

Regime: Presencial

Local: Chalé João Lúcio 9.30/17.30

Destinatários

Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores da Educação Especial;

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores da Educação Especial;. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância; Professores do 1º Ciclo; Professores da Educação Especial;.

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Ria Formosa

Razões

Esta ação tem como propósito a educação para todos, consagrada como primeiro objetivo mundial da UNESCO, pretende-se com esta formação promover um espaço de partilha, experiência e reflexão acerca de orgânicas de trabalho sustentadas em diferentes modelos de aprendizagem e ambientes que desabitam o espaço tradicional da sala de aula. Apresentar ferramentas, enquanto recursos inclusivos, que facilitem as aprendizagens das crianças desafiando o ensino replicativo. Tomando como ponto de partida as Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar (Lopes da Silva et al., 2016) bem como o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, homologado pelo Despacho n.º 6478/2017, 26 de julho, esta formação promove momentos que permitem incentivar e apoiar os/as educadores/as de infância e docentes do 1º ciclo a participar num processo de prática / reflexão que sustente a sua intencionalidade educativa no âmbito do recurso a contextos educativos de exterior, dentro e fora da escola, possibilitando a oportunidade das crianças aprenderem no mundo real no qual podem sentir, experimentar, questionar, criar e descobrir; Evidenciar que as crianças aprendem em diferentes ambientes e neles desenvolvem conhecimentos, capacidades e atitudes e fazem conexões transversais às diferentes áreas de competências centrais no perfil dos alunos. Promover momentos práticos que permitam desconstruir e redescobrir o papel do educador / professor tendo em vista uma mudança de paradigma; Explorar experiências com recursos que, embora à primeira vista sejam pouco convencionais, possibilitam uma nova forma de aprender e o desenvolvimento de novas oportunidades para as crianças; Proporcionar estratégias que favorecem o desenvolvimento de uma aprendizagem pela curiosidade, mais ativa e exploradora, “fora da caixa”, dinamizada em diferentes ambientes, que efetivamente despertem para uma transformação das práticas replicativas vigentes no ensino direcionado; Dinamizar atividades e partilhar experiências no sentido da construção de uma visão da escola que unifica o brincar e a aprendizagem. Com efeito, pretende-se que a comunidade de aprendizagem desta formação compreenda a espontaneidade entre a necessidade da criança aprender e o adulto facilitar a experiência, pois desta forma a aquisição da aprendizagem passa a ser mais dinâmica numa articulação com sentido.

Conteúdos

- O lugar da aprendizagem e a organização do ambiente educativo para as aulas ao ar livre; - Promoção da aquisição do conhecimento a partir da curiosidade das crianças; - Intervenção em contextos de exterior no âmbito das rotinas e atividades letivas; - Metodologias e estratégias de aprendizagem alternativas ao ensino replicativo; - Aprender e Ensinar em diferentes contextos de aprendizagem, tendo por base as aprendizagens essenciais bem como o perfil dos alunos à saída escolaridade obrigatória;


Observações

Esta ação irá decorrer preferencialmente no espaço exterior e caracteriza-se pela sua componente prática no âmbito dos conteúdos e objetivos propostos. A Formação “Aprender Fora da Caixa, um mundo cheio de possibilidades” está certificada pela APEI – Associação de Profissionais de Educação de Infância


INSCREVER-ME
284

PROCESSOS DE RECOLHA DE INFORMAÇÃO EM MATEMÁTICA NO ÂMBITO DE UMA AVALIAÇÃO DE E PARA AS APRENDIZAGENS
Professores dos grupos de recrutamento 110 e 230

Oficina

 

25.0 horas

 

Presencial

 

Professores dos grupos de recrutamento 110 e 230

Escola Secundária Tomás Cabreira

A avaliação formativa, tem um papel fundamental na transformação e melhoria das aprendizagens dos alunos e consequentemente na inclusão escolar. Neste contexto, as tarefas propostas em aula deverão permitir que, através delas, os alunos aprendam, os professores ensinem e que ambos avaliem o trabalho ...
Ler mais Ler menos

Ref. 213T1 Inscrições abertas até 02-04-2023

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-109863/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 02-05-2023

Fim: 30-05-2023

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária Tomás Cabreira

Formador

Maria da Conceição de Sousa Cipriano

Destinatários

Professores dos grupos de recrutamento 110 e 230

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos grupos de recrutamento 110 e 230. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos grupos de recrutamento 110 e 230.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Ria Formosa

Razões

A avaliação formativa, tem um papel fundamental na transformação e melhoria das aprendizagens dos alunos e consequentemente na inclusão escolar. Neste contexto, as tarefas propostas em aula deverão permitir que, através delas, os alunos aprendam, os professores ensinem e que ambos avaliem o trabalho realizado. Assim, as tarefas propostas aos alunos são meios fundamentais para recolher informação sobre o desenvolvimento das aprendizagens alunos. A diversificação de tarefas e das diferentes dinâmicas usadas em sala de aula e tipo de trabalho (individual, pequeno e grande grupo, pares) deve ser acompanhada por uma adequação dos processos de recolha de informação. Numa avaliação pedagógica, de e para as aprendizagens, é fundamental diversificar os processos de recolha de informação evitando privilegiar qualquer um deles, de modo a potenciar uma reflexão pedagógica profunda acerca do que os alunos devem aprender e do tipo de oportunidades e de ambiente escolar que deve ser criado para que tal aconteça. Neste sentido os professores devem colaborativamente construir processos de recolha de informação que sejam diversificados, rigorosos, credíveis e socialmente úteis. Estes podem incluir: a elaboração de sínteses escritas, relatórios, composições, produção de pequenos textos, apresentações, leituras dramatizadas, resolução de problemas, realização de pequenas experiências, entre outros. Também poder-se-á assumir na forma de lista de verificação, de registos de observação, rubricas, inquéritos por questionário ou entrevista. Pelo exposto torna-se necessário capacitar os docentes para uma avaliação significativa que inclua os alunos com principais atores neste processo.

Objetivos

Que os professores sejam capazes de : - Compreender a importância da diversificação de processos de recolha de informação no âmbito de uma avaliação formativa pedagógica de e para as aprendizagens; - Construir propostas de tarefas diversificadas no âmbito da disciplina de matemática; - Criar situações de aprendizagens bom base na reflexão profunda dos processos de recolha de informação aplicados; - Desenvolver práticas de sala de aula potenciadoras da autoavaliação e heteroavaliação com base na avaliação formativa realizada; - Reestruturar com os alunos as práticas de ensino, aprendizagem e avaliação.

Conteúdos

1. Avaliação pedagógica formativa de e para as aprendizagens 2. Processos de recolha de informação na disciplina de matemática 3. Reestruturação do ensino, da aprendizagem e da avaliação em função de uma reflexão profunda assente na avaliação formativa realizada.

Metodologias

Trabalho de construção e discussão de conceitos relevantes a diversificação os processos de recolha de informação na disciplina de matemática. Apresentação e construção colaborativa de exemplos de os processos de recolha de informação objetivos, rigorosos e credíveis. Reflexão sobre a importância dos os processos de recolha de informação para o desenvolvimento de práticas de avaliação pedagógica que contribuam para melhorar as aprendizagens dos alunos no âmbito da avaliação formativa e para a implementação de metodologias inovadoras de ensino, aprendizagem e a avaliação Estas sessões serão realizadas em contexto real de aprendizagem com o desenvolvimento e a aplicação de atividades/ tarefas de operacionalização com construção de materiais elaborados numa lógica de investigação-ação.

Avaliação

Participação: (30%) – Nas tarefas de realização presencial conjunta Produtividade: (70%) – Qualidade dos materiais concretos para intervenção; - Aplicabilidade dos mesmos nas práticas/aplicação de novos meios processuais ou técnicos/produção em contexto; - Reflexão crítica escrita individual

Bibliografia

Fernandes, D. (2020). Diversificação dos Processos de Recolha de Informação (Fundamentos)Ensino. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/339956141_Diversificacao_dos_Processos_de_Recolha_de_Informacao_Fundamentos. Fernandes, D. (2011). Articulação da aprendizagem, da avaliação e do ensino: Questões teóricas, práticas e metodológicas. In J. M. DeKetele e M. P. Alves (Orgs.), Do currículo à avaliação, da avaliação ao currículo, pp. 131-142. Porto: Porto Editora. [http://repositorio.ul.pt/handle/10451/6988] Neves, A. e Ferreira, A. (2015). Avaliar é preciso? Guia prático de avaliação para professores e formadores. Lisboa: Guerra & Paz. Fernandes, D. (2019). Para um enquadramento teórico da avaliação formativa e da avaliação sumativa das aprendizagens escolares. In M.I.R. Ortigão, D. Fernandes, T. V. Pereira, & L. Santos (Orgs.), Avaliar para aprender em Portugal e no Brasil: Perspetivas teóricas, práticas e de desenvolvimento (pp.139-164). Curitiba, Brasil: CRV. Disponível em https://www.researchgate.net/publication/337608490_Para_um_Enquadramento_Teorico_da _Avaliacao_Formativa_e_da_Avaliacao_Sumativa_das_Aprendizagens_Escolares.


Observações

Terças do mês de maio


INSCREVER-ME

284